11 setembro, 2006

Um pouco mais sobre o Toussaint Gurgel



Vou aqui contar um pouco da história do vovô Toussin Gurgel. Muito obrigado ao primo Agnor Gurgel, presidente da Acao Social de Parangaba, Fortaleza - Ceará pelo e-mail contando algumas histórias da família GURGEL reproduzidas em grande parte nas linhas abaixo. O primo Agnor também enviou o brasão da família mostrado acima. Uma árvore genealógica da família pode ser visualizado no site da Ação Social de Parangaba.

De acordo com o primo Agnor, a família Gurgel é única, ou seja, aonde houver um GURGEL, pode ter certeza que é sangue da mesma origem. Ele também me disse que encontrou no Museu de Ouro Preto-MG, informações sobre um Gurgel que foi companheiro de Tiradentes na luta pela independência do Brasil e, por isso, foi desterrado na época, para a Africa.

O primeiro Gurgel a pisar no Brasil, era um capitão que comandou um navio que chegou ao Rio de Janeiro em 1595. Seu nome era TOUSSAINT GURGEL, um jovem guerreiro (muito provavelmente um corsário) que veio ajudar os franceses, sob o comando de Villegaignon, que aqui estavam com a finalidade de tomar o Brasil de Portugal e fundar a colônia da 'Nova Antarctica'. Acho que eram Huguenots que queriam liberdade religiosa e que não aceitavam o fato de Portugal e Espanha terem dividido o mundo em dois sem ocupar os seus domínios de fato. Assim era fácil, né? Os franceses só reconheciam que a terra era de alguém se houvesse presença física dos colonizadores, um fato importantíssimo para o início da colonização do Brasil.

Pelo que encontrei na internet o TOUSSAINT GURGEL era um sujeito muito carismático ou então um mentiroso de primeira categoria. Por estar ajudando os franceses a tomarem o Brasil o Toussaint foi capturado pelo comandante João Pereira de Souza Botafogo em Friburgo. Era de se esperar que o Capitão Toussaint fosse enforcado, decapitado ou algo assim. Entretanto, não foi bem isso o que aconteceu. O que aconteceu de fato foi que o vovô Toussaint, além de continuar vivo e de ter conseguido permissão para morar no Brasil, mesmo sendo francês (naquela época apenas os portugueses poderíam morar na colônia Brasileiras, estranegiros nnao eram bem aceitos), ainda casou-se com a afilhada do seu captor, de nome Domingas de Arão Amaral, filha de portugueses residentes no Rio. Pelo que encontrei na net o vovô Toussaint tinha 63 anos e a vovó Domingas tinha 20 e do casamento foram originados 6 filhos e deles descendemos todos os 'Gurgéis'.

Segundo o primo Agnor o único filho homem do nosso Patriarca foi sacerdote. Um neto do pioneiro Toussaint, de nome Claudio, foi homem riquíssimo, dono de grande parte de terra no Rio de Janeiro. Foi ele quem doou o terreno para a construção do outeiro da Glória, depois de viúvo. Com mais de 60 anos tornou-se padre.

Para aqueles que querem saber mais sobre a família GURGEL, o primo Agnor recomendou o seguinte:

Há um jornalista em Brasília, de nome João Bosco Gurgel, que está preparando um livro sobre os Gurgéis em Acopiara, ao que parece será editado no próximo ano, 2007.

"Na Trilha do Passado" - Genealogia da Família Gurgel. É um dos melhores para se conhecer a parentada. O autor é o Dr. Aldísio Gurgel do Amaral. O autor esperava fazer a 2ª edição revista e atualizada, deixou tudo pronto, mas infelizmente faleceu antes que isso acontecesse. Certamente, seus familiares estão com os rascunhos.

"Porteiras e Currais", com alguns dados sobre a família Gurgel, da autoria de Miguel Santiago Gurgel do Amaral, também já falecido.

"Uma família Carioca do Século XVI" é da autoria do jornalista Heitor Gurgel, também falecido.

Alguns sites interessantes sobre a familia Gurgel do Amaral:
Um pouco sobre a chegada do Toussaint Gurgel e a invasão francesa no Rio de Janeiro
Genealogia da familia Gurgel do Amaral
Mensagem publicada numa lista de discussão do site Rootsweb pelo Ricardo Nogueira de Castro Monteiro - Essa mensagem é muito interessante!

28 comentários:

Marcelo Dutra disse...

Oi Leo
Fiquei muito feliz com esse seu interesse por assuntos genealógicos. Você deu um tiro certeiro...as fontes citadas são realmente muito interessantes. Alguns desses livros eu conheço, outros não. Já visitei o site, e achei muito interessante. Seguindo o conselho do Marconi, gostaria de nomeá-lo assessor especial para assuntos genealógicos, e como você mostrou que leva jeito para o assunto, sua missão será garimpar novas fontes de consulta. A minha pesquisa é mais dirigida para a família Dutra, que não tem a mesma quantidade de informações que a família Gurgel. Daí a dificuldade.
Obrigado pelo que já conseguiu até aqui.
Um abraço...Marcelo

igordutra disse...

Poliqueta, muito boas essas estorias! Voce tambem nao estava falando com algum primo Dutra? Tio Marcelo, coloque tambem umas informacoes genealogicas da familia Dutra no seu blog!

Anquimar disse...

Olá,
To querendo me encontrar,rsrsrsrsr!
anquimardutra@hotmail.com
to em busca de onde veio o meu bisavo.
meu avo se chama Olavo Estacio Dutra
Se souber de algo,me avise.

odergurgel disse...

Oi Leo,
Há muito venho pesquisando sobre sobre a família Gurgel (a qual pertenço). Fiquei super feliz em localizar este "achado" que você postou na internet. Aqui no Estado do Acre são muitos os Gurgéis (só eu tenho quatro filhos em dois casamentos) e que também precisam tomar conhecimento sobre esses fatos que agora fico conhecendo.

Abraços,

Oder José da Costa Gurgel
Engenheiro Agrônomo, 49 anos
odergurgel@ibest.com.br
Rio Branco - Acre

odergurgel disse...

Oi Leo,
Há muito venho pesquisando sobre sobre a família Gurgel (a qual pertenço). Fiquei super feliz em localizar este "achado" que você postou na internet. Aqui no Estado do Acre são muitos os Gurgéis (só eu tenho quatro filhos em dois casamentos) e que também precisam tomar conhecimento sobre esses fatos que agora fico conhecendo.

Abraços,

Oder José da Costa Gurgel
Engenheiro Agrônomo, 49 anos
odergurgel@ibest.com.br
Rio Branco - Acre

odergurgel disse...

Olá leo,
Há muito venho pesquisando sobre a família Gurgel e agora encontro este "achado" que você postou. Fiquei muito feliz pois aqui no Estado do Acre são muitos os "Gurgéis" (só eu tenho quatro filhos em dois casamentos). Acho que todos devem tomar conhecimento desses fatos por você mostrados.

Abraços,
Oder José da Costa Gurgel

Anônimo disse...

tenho um avõ que se chama JOSÉ GURGEL DO AMARAL e um irmão com o nome JOSÉ GURGEL DO AMARAL NETO queria saber se essa família GURGEL DO AMARAL tem alguma ligação com minha família como posso pesquisar isso meu email é marcio_rute@hotmail.com aguardo ancioso a resposta!

Seba disse...

olá leo meu nome é Sebastião costa gurgel tenho 39anos sou filho de Manoel Gurgel de Freitas e neto de Azariras gurgel do Amaral. Gostaria de saber sobre o meu avô já que não o conheci, acho que ele era cearense não tenho certeza o meu e-mail é edygurgel@yahoo.com.br

Anônimo disse...

JOI LEO!FIQUEI MUITO INTERESSADA,EM SABER MAIS SOBRE A FAMILIA GURGEL MEU PAI JA FALECIDO CHAMAVA ANTONIO FERREIRA GURGEL SERA QUE PERTENCEMOS A MESMA ARVORE GENEOLOGICA MEUS PAIS SÃO DO CEARA DA CIDADE DE ICO EU ME CHAMO JOSEFA GURGEL.SÃO PAULO

Fernanda disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fernanda disse...

Oie,sou Fernanda Gurgel do Amaral, da família do meu Pai que é José Gurgel do Amaral, moramos em Manaus...gostaria de conhecer outros "Gurgel do Amaral"
Bjs... feranda8@hotmail.com

luis disse...

Oi, Sou Luis Gurgel do Amaral Filho, neto de Miguel Santiago Gurgel do Amaral, autor do livro supracitado. Não sabia que a família possuia esses laços no norte do Brasil. É um prazer!
Abraços

Luis Gurgel Filho
Estudante de Farmacia
22 anos

André Garcia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
André Garcia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Chico Neto disse...

Como poderei adquirir o livro "Porteiras e Currais", de Miguel Santiago Gurgel do amaral. Qualquer informação enviar para fpbneto@hotmail.com.

Renata gurgel disse...

Olá... gnt gostaria q conhecessem umas pessoas q tmbm são d sobrenome gurgel...
Algumas fotos vCs encontam nesse site aee..

e eu tmb fiz um chat q tm o nosso sobrenome aee...é só add no msn e vamos conversar melhor.... group56228@groupsim.com ---->>>muitO Obrigada gnt...! =]

Dulcidio Gourgel disse...

Oi Familia
Sinto-me rigozijado ao deparar-me com tamanha informacao dos Gurgeis.
Sou Angolano, filho de uma Gourgel, assim e que nos escrevemos, e neto de Antonio Pio do Amaral Gourgel, descendente de Brazileiros. Pelo que li, e ja tinha essa informacao, de um Brazileiro, ligado a Tiradente, que veio desterrado para Angola e aqui procriou.
A familia "Pio do Amaral Gourgel" e' uma das maiores em Angola. Gostaria de obter mais dados.

Um abraco

Dulcidio Gourgel disse...

Para mais informacoes, contactar
pelo Email: dulcid69@gmail.com

André Garcia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Trincheira Virtual disse...

Prezados,

Meu sobrenome é Pinto Amando e tenho um diploma atestando minha descendência de Toussaint Gurgel.
Alguém poderia me ajudar na busca por mais informações?
Grato,

Leonardo Pinto Amando

Trincheira Virtual disse...

Prezados,

Meu sobrenome é Pinto Amando e tenho um diploma atestando minha descendência de Toussaint Gurgel.
Alguém poderia me ajudar na busca por mais informações?
Grato,

Leonardo Pinto Amando

Paulo Gurgel disse...

Olá, Leo e Manu.
O blog "Linha do Tempo" é especialmente dedicado à família Gurgel Carlos e ao bairro Otávio Bonfim.
Acessem-no para conferir.
http://gurgel-carlos.blogspot.com
Paulo Gurgel

Anônimo disse...

gostei muito sobre a árvore, mais gostaria de saber se vão continuar, pois tambem sou uma gurgel do amaral.

Fernando Gurgel disse...

Saberias dizer onde posso comprar o livro "Porteiras e Currais", do Miguel Santiago Gurgel do AMARAL?

Grato,

Fernando Gurgel Filho

Leo Dutra disse...

Fernando, creio que a edição do livro foi esgotada e não é possível encontrar exemplares para a venda. Talvez valha a pena procurar uma cópia em sebos. Boa sorte, Leo

Habbo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Safyra Gurgel disse...

Olá,
achei seu post muito legal. Sempre quis saber mais sobre a origem do sobrenome Gurgel, que no meu caso, vem do Rio Grande do Norte! Só não consigo encontrar a árvore genealógica que você mencionou no começo. Onde eu posso encontrar? Se não for incômodo, poderia me enviar? meu e-mail é eng.safyragurgel@gmail.com

Elias Roque Dos Santos Dos Santos disse...

Sou neto de Guilhermina Gorgel Gomes de Amaral, está Sra. é mãe do meu Pai. O meu pai nunca contou-nos nada sobre a minha Avó, mais sei que elas são de Origem da Raça Branca . O meu Pai foi um Sr. Amestiçado, mas eu conheci a outra irmã da minha Avó que Chamava-se Felizarda Gorgel Gomes do Amaral, todas elas eram amestiçadas elas viveram no sul de Angola isto concretamente na Província de Benguela. Como lá chegaram e eu não sei porque o meu nunca mais nunca falou-nos das suas Origem até o seu Desaparecimento, hoje tenho 47 Anos e tenho necessidade em saber de onde são as Minhas Origens, porque eu tenho uma família já constituída , será que alguém pode ajudar-me nesta pesquisa???? , tambem fui informado que está irmã da minha Avó que também é minha Avó Felizarda teve 2 Filhos e eles anda am pela província do Bie e arredores, será com estas informações poderiam ajudar-me nesta pesquisa.

Ali vão os meus Contactos - E-mails - dossantosroque@rocketmail.com. / rdossantos@shoprite.co.za
Contactos telefônicos - +244 923645198 o outro é +244 917830582 -

Atenciosamente

Roque Dos Santos