15 novembro, 2005

Lua de mel

Depois do nosso aniversário de casados resolvemos que teríamos que ter uma lua de mel também. Para isso escolhemos o mais novo país memebro das Nações Unidas, o Timor Leste. Vamos pra lá basicamente pra mergulhar, conhecer os recifes do Indo-Pacífico.

O Timor é um país pequeno que está sendo reconstruído depois da sua independência em 2001. Os Portugueses chegaram no Timor em 1515 e ficaram por lá até 1974. Os japoneses invadiram o Timor durante a segunda guerra também (194201945). Dez dias depois de independente dos Portugueses o país foi invadido pelos indonésios, que ficaram por lá até 4 anos atrás. Agora o clima por lá é de reconstrução. Mas não fiquem pensando que a cidade é só escombro de guerra, acho que o Timor é mais ou menos como algumas das cidades do interior do nordeste.

Estamos indo saindo de Armidale no dia 09/12 e voltamos no dia 10/01. A viagem começa de trem daqui pra Sydney, depois pegamos um avião que faz escala em Brisbane e depois vai pra Darwin, lá no cocuruto da Austrália (N-NW). Depois pegamos um EMB-120 (Brasília) e vamos pra Dilli, a capital do Timor. Aqui vai um link oficial do governo do Timor: http://www.gov.east-timor.org/

Manu está aqui dizendo pra colocar o link do site de turismo do Timor Leste que tem bastante informação e fotos dos mergulhos que faremos por lá.

3 comentários:

Anônimo disse...

Leo e Manu,

Que bom esta viagem. Finalmente voces agora vão mesmo desfrutar da lua de mel. Quem sabe podemos até sonhar com o esperado netinho.
Brincadeiras a parte divirtam se e aproveitem que a vida não é só de estudo e trabalho.

Um grande beijo,

Marconi

bruno baitola disse...

Poliquetas, pra que um violão se vc já tem sua mulher?
Aliás dê umas dicas pra seu irmão gordo. Eu já incentivei-o a tocar Wando

Leo Dutra disse...

Bruno,

o violão continua sendo uma arte importante para a manutenção do casamento. Você vai ver.

Quanto ao gordo acho que ele está mais focado nos estudos e, pelo que entendi dele, parece que ele vai morar num convento católico em Edimburgo depois que terminar a faculdade.